20/05/2007

TRABALHO DO BIMESTRE

TRABALHO DE REFLEXÃO INDIVIDUAL (postagem obrigatória)
Neste bimestre, vocês poderão optar pela postagem de um texto reflexivo ou um texto elaborado artisticamente (texto literário). Segue as orientações para cada caso:
1-) Orientações para o texto reflexivo:
O texto deve conter 1-) introdução, desenvolvimento e conclusão; 2-) coerência argumentativa; 3-) opiniões embasadas no texto e/ou imagem apresentada e nos conhecimentos teóricos e práticos (sala de aula); 4-) linguagem pessoal; 5-) imagens ilustrativas; 6-) Título.
Importante: O texto não deve exceder uma lauda e nem ser muito menor do que isso. Trata-se de um espaço razoável para expor idéias com clareza e precisão. Lembre-se de escrevê-lo em documento word, formatá-lo e fazer a correção gramatical antes de postá-lo no blog, ok?
Sugestão de Temas:
a) A partir da imagem abaixo, dissertar sobre o “ofício do artista”.

Inspiração, Geruza Zelnys

b) Bilac e Cabral, Veláquez e Picasso: relações entre forma e conteúdo.

As Meninas, 1656, Velasquez

As meninas, 1957, Picasso


c) Do simbolismo plástico de Cruz e Souza à Era dos Multimeios.

Impressões táteis de ti, Geruza Zelnys

2-) Orientações para o texto literário:
O texto deve ser em 1-) prosa (conto, crônica ou prosa poética); 2-) livre e pessoal; 3-) deve conter coerência e verossimilhança, além imagens ilustrativas; 6-) Título.

Sugestões de Temas:
a) Relacionar a fotografia acima à expressão “os multimeios de amar” mostrando os aspectos sensíveis do amor virtual.

b) Escrever um texto dirigido ao leitor que inicie com o trecho de Machado de Assis, em Dom Casmurro: "Tudo isso é obscuro, dona leitora, mas a culpa é do vosso sexo, que perturba assim a adolescência de um pobre seminarista".

c) Escrever um texto a partir da introdução “...e eu que queria o mundo e aí um dia o mundo caiu no meu joelho e de joelhos eu já nem sei mais o que fazer com ele e vou andando, às vezes vendada, outras à venda, mas sempre descalça porque é assim que eu sinto muito...”(Geruza Zelnys).

d) Traduzir o poema abaixo e dividir sua autoria com a poeta americana Emily Dickinson (1830-1886), explicando num texto breve o processo de tradução desenvolvido por você.
I felt a Funeral in my Brain,
And Mourners, to and fro,
Kept treading, treading, till it seemed
That Sense was breaking through.

And when they all were seated,
A Service like a Drum
Kept beating, beating, till I thought
My Mind was going numb.
And Then I heard them lift a Box,
And creak across my Soul
With those same Boots of Lead,
Then space began to toll
As all the Heavens were a Bell,
And Being but an Ear,
And I and Silence some strange Race,
Wrecked, solitary, here.
And then a Plank in Reason, broke,
And I dropped down and down--
And hit a World at every plunge,
And Finished Knowing--then--

Bom trabalho, queridos!

2 comentários:

Marilia disse...

eu não consigo ser rápida igual vc! :)
um beijo Gê

Eduardo!! disse...

Gê..dia 12 de junho, estréia, baseada na obra de Ariano Suassuna, A Pedra do Reino!
Super Mini-série da Globo!
Amo vc Gê..
Bjão!